19 de junho de 2024

O presidente iraniano Ebrahim Raisi, de 63 anos, faleceu em um trágico acidente de helicóptero, juntamente com seu ministro das Relações Exteriores. Este evento inesperado lança o Irã em um período de incerteza política, em meio a tensões na região devido à guerra entre Israel e Hamas.

Acidente Fatal e suas Consequências

Detalhes do Acidente

Na tarde de domingo, o helicóptero que transportava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, desapareceu durante um voo sobre uma região montanhosa no nordeste do país, enfrentando condições climáticas adversas com chuva e neblina intensa. As equipes de emergência encontraram os destroços e recuperaram os corpos na manhã de segunda-feira.

Vítimas

Além de Raisi, estavam a bordo o ministro das Relações Exteriores, Hossein Amir-Abdollahian, o governador da província do Azerbaijão Oriental, um imã regional, o chefe de segurança do presidente e três membros da tripulação. Todos faleceram no acidente.

Reação Internacional e Interna

Mensagens de Condolências

O falecimento de Raisi foi recebido com pesar tanto internamente quanto internacionalmente. O movimento islamista palestino Hamas e o Hezbollah libanês expressaram suas condolências, destacando o apoio do presidente às causas palestinas.

Declaração do Líder Supremo

O aiatolá Ali Khamenei, líder supremo do Irã, assegurou à população que a morte de Raisi não causará instabilidade no governo. Ele nomeou temporariamente o primeiro vice-presidente, Mohammad Mokhber, como sucessor até a realização de novas eleições presidenciais em até 50 dias.

Legado de Ebrahim Raisi

Carreira e Eleição

Eleito presidente em 2021, Raisi, um ultraconservador, sucedeu o moderado Hassan Rohani. Sua eleição foi marcada por uma alta taxa de abstenção e a ausência de uma oposição significativa. Raisi tinha um histórico no sistema judicial iraniano e ocupou cargos importantes como procurador-geral de Teerã e do país.

Impacto Político

A morte de Raisi abre um período de incerteza política no Irã, um país que desempenha um papel crucial no Oriente Médio, especialmente em um momento de intensas tensões regionais.

Reações de Emergência

Esforços de Busca

O Crescente Vermelho anunciou a recuperação dos corpos e o transporte dos mesmos para Tabriz, uma grande cidade no noroeste do Irã. Diversos países, incluindo Turquia, Rússia e membros da União Europeia, ofereceram ajuda nas operações de busca.

Mensagem Final

Na sua última viagem, Raisi reiterou seu apoio ao Hamas e à causa palestina, reforçando a posição do Irã como um defensor dos movimentos de resistência na região.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *