15 de junho de 2024

Pernambuco Registra Primeiros Casos de Febre Oropouche

Pernambuco confirmou os primeiros casos de Febre Oropouche. A doença foi identificada em um homem e uma mulher de Rio Formoso. Autoridades de saúde enfatizam a importância da vigilância epidemiológica e fornecem orientações sobre prevenção.


Primeiros Casos Confirmados em Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) anunciou nesta quarta-feira (22) a confirmação dos primeiros casos de Febre Oropouche no estado. O Laboratório Central de Pernambuco (Lacen-PE) diagnosticou a doença em dois moradores de Rio Formoso, na Mata Sul de Pernambuco.

O Que é a Febre Oropouche?

A Febre Oropouche é uma arbovirose endêmica na região Norte do Brasil. Causada pelo vírus Oropouche, do gênero orthobunyavirus, a doença é transmitida principalmente pelo mosquito do gênero Culicoides, conhecido popularmente como muriçoca ou pernilongo.

Sintomas

Os sintomas da Febre Oropouche são semelhantes aos da dengue:

  • Febre
  • Cefaleia intensa
  • Dor retro-orbitária
  • Mialgias

Apesar de causar desconforto, até hoje não há registros de óbitos causados pela doença.

Medidas de Prevenção

Ações Recomendadas

Equipes da Diretoria Geral de Vigilância Ambiental e do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) estarão em Rio Formoso para investigar e implementar medidas de controle dos mosquitos transmissores.

Dicas de Prevenção

Eduardo Bezerra, diretor de vigilância ambiental, recomenda algumas ações para prevenir a exposição à Febre Oropouche:

  • Evitar áreas com muitos mosquitos
  • Usar roupas que cubram a maior parte do corpo
  • Aplicar repelente nas áreas expostas da pele
  • Manter a casa e arredores limpos, pois a muriçoca prefere águas sujas

Vigilância e Ações Futuras

A descoberta dos casos ocorreu durante a testagem de 10% dos resultados negativos para outras arboviroses pelo Lacen-PE, utilizando kits diagnósticos do Ministério da Saúde. A SES-PE reforça a importância da vigilância epidemiológica e conscientização da população para prevenir a disseminação da doença.

A identificação dos primeiros casos de Febre Oropouche em Pernambuco destaca a necessidade de vigilância constante e ações preventivas da população para evitar a disseminação da doença.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *