15 de junho de 2024

Fraude na CNH: Polícia Descobre 700 Dedos de Silicone em Autoescola

Uma operação da Polícia Civil e do Detran-SP encontrou 700 dedos de silicone em uma autoescola de Taboão da Serra, suspeita de fraudar exames da CNH. O caso está sendo investigado e pode levar à cassação do registro do estabelecimento.


Autoescola é Pego em Fraude de Exame da CNH

Operação Policial Revela Esquema

Na quarta-feira (22), uma operação conjunta da Polícia Civil e do Detran-SP revelou um esquema de fraude em uma autoescola de Taboão da Serra, na Grande São Paulo. Foram encontrados cerca de 700 dedos de silicone, usados para burlar os sistemas de fiscalização dos exames práticos e teóricos para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Investigação e Denúncia

A operação teve início após uma denúncia recebida pela Ouvidoria do governo de São Paulo. A Polícia Civil, em conjunto com o Detran, encontrou evidências de que os moldes de silicone eram usados para fraudar os exames.

Seis pessoas, incluindo os responsáveis pela autoescola e algumas testemunhas, foram levadas à delegacia para prestar depoimento. O caso está sendo investigado pela 4ª Delegacia da DICCA (Delegacia de Investigações sobre Crimes contra a Administração Pública e Fraudes).

Detalhes da Fraude

No local, foram constatadas várias irregularidades:

  • Dedos de silicone: usados para fraudar a presença e os exames dos alunos.
  • Aulas práticas não finalizadas: pelo menos quatro aulas foram iniciadas no sistema sem que o aluno e o instrutor retornassem para o encerramento.

Os moldes encontrados serão levados para perícia, visando identificar as pessoas cujas impressões digitais foram clonadas.

Consequências para a Autoescola

A autoescola e os responsáveis enfrentam um processo administrativo que pode resultar na cassação do registro de credenciamento junto ao Detran. No ano passado, o Detran-SP aplicou 389 penalidades a autoescolas no estado, levando a 72 suspensões de atividades e 103 cassações de registros.


A descoberta de 700 dedos de silicone em uma autoescola de Taboão da Serra evidencia a gravidade das fraudes nos exames da CNH. A operação da Polícia Civil e do Detran-SP destaca a necessidade de rigor na fiscalização para garantir a integridade do processo de habilitação. A investigação está em andamento, e as consequências para os envolvidos podem ser severas, incluindo a cassação do registro da autoescola.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *