20 de junho de 2024

Mulher que espancou filha tem prisão preventiva decretada após polêmica com PM

Após ser flagrada espancando a própria filha de 11 anos, uma mulher teve sua prisão preventiva decretada pela Justiça. O caso ganhou repercussão nacional após uma policial militar ser filmada dando um tapa no rosto da agressora durante a prisão. Saiba todos os detalhes dessa história chocante.


Audiência de Custódia e Prisão Preventiva

Após a prisão em flagrante, a mulher de 27 anos que espancou sua filha de 11 anos passou por audiência de custódia, onde sua prisão foi convertida para preventiva. A decisão foi tomada no fórum da cidade de Vitória de Santo Antão, Zona da Mata Sul de Pernambuco. Encaminhada à Colônia Penal Feminina Bom Pastor, no Recife, a agressora enfrentará as consequências de seus atos.

Violência Contra a Criança

A violência cometida pela mãe veio à tona quando vizinhos denunciaram os hematomas e lesões apresentados pela criança. Além dos ferimentos visíveis, a menina estava com dificuldade para andar e com uma luxação no braço. O caso chocou a comunidade e gerou indignação em todo o país.

Polêmica com a Policial Militar

Durante a prisão da agressora, uma policial militar foi filmada dando um tapa no rosto da mulher, o que gerou polêmica e debates sobre o uso da força pela autoridade. Nas redes sociais, a PM Fabíola Aniely da Conceição assumiu a responsabilidade por sua ação e expressou sua disposição em cumprir qualquer punição que receba.

Repercussão Nacional e Consequências

O episódio provocou uma onda de indignação e reflexão sobre a violência doméstica e o papel das autoridades diante dessas situações. Enquanto a criança agredida recebeu atendimento médico e está sob os cuidados do Conselho Tutelar, a mãe agressora enfrentará o rigor da lei e o julgamento da sociedade.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *