18 de maio de 2024

Presidente Lula sanciona reajuste histórico na tabela do Imposto de Renda durante evento do Dia do Trabalho

Em um ato histórico no Dia do Trabalho, o presidente Lula sancionou o reajuste da tabela do Imposto de Renda, ampliando a isenção para quem ganha até dois salários mínimos. A medida, aprovada pelo Congresso, representa um avanço significativo para milhões de trabalhadores brasileiros.


Reajuste da Tabela do Imposto de Renda

Durante um evento com centrais sindicais na Neoquímica Arena, estádio do Corinthians, o presidente Lula sancionou o reajuste da tabela do Imposto de Renda. A nova lei amplia a isenção do IR para quem ganha até dois salários mínimos, beneficiando especialmente os trabalhadores de baixa renda.

Ampliação da Isenção

Anteriormente congelado em R$ 1.903,98 desde 2015, o teto de isenção do IR subiu para R$ 2.640 mensais em 2023. Agora, com a nova medida, esse valor aumenta para R$ 2.824, incluindo o desconto automático no salário. Isso significa um alívio financeiro significativo para milhões de famílias brasileiras.

Compromisso com os Trabalhadores

Em seu discurso durante o evento, o presidente Lula reiterou seu compromisso com os trabalhadores brasileiros. Ele afirmou que seu objetivo é garantir que até o final de seu mandato, pessoas que ganham até R$ 5 mil estejam isentas do Imposto de Renda. Esse reajuste representa um passo importante nesse caminho.

Impacto Positivo na Economia

A medida também é vista como uma forma de impulsionar a economia do país, uma vez que mais pessoas terão mais dinheiro disponível para consumir. Isso pode contribuir para o aumento da demanda por bens e serviços, gerando empregos e estimulando o crescimento econômico.

Compromisso com a Justiça Social

O reajuste na tabela do Imposto de Renda reflete o compromisso do governo com a justiça social e a redução das desigualdades. Ao garantir que os mais vulneráveis estejam isentos do IR, o governo promove uma distribuição mais equitativa da carga tributária, aliviando o peso sobre os ombros daqueles que mais precisam.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *