19 de junho de 2024

Embrapa Inicia Teste de Tecnologia Inovadora para Mapear Aquicultura

A Embrapa planeja testar uma avançada tecnologia de imageamento por satélite para mapear viveiros de aquicultura no Brasil. Desenvolvida pela Concert Space e lançada pela GALAXIA Mission Systems, a tecnologia promete maior agilidade e precisão na identificação de regiões produtoras. A iniciativa pode fomentar políticas públicas e otimizar a gestão do setor aquícola.


Embrapa e Tecnologia Satelital: Uma Revolução na Aquicultura

Parceria e Inovação

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) vai testar uma das mais avançadas tecnologias de imageamento por satélite, desenvolvida pela empresa brasileira Concert Space. O projeto será conduzido pela Embrapa Territorial, em parceria com a canadense GALAXIA Mission Systems. A assinatura oficial desta colaboração acontece em 22 de maio, na sede da Embrapa Territorial, em Campinas, SP.

Benefícios da Tecnologia SDS

Mapeamento e Atualização Anual

A nova tecnologia visa conferir maior agilidade no mapeamento remoto da aquicultura. Lucíola Magalhães, chefe-adjunta de Pesquisa e Desenvolvimento, destaca que a expectativa é facilitar a atualização anual dos viveiros escavados, abrangendo todos os municípios do Brasil. Esta tecnologia não só beneficiará a pesquisa aquícola, mas também contribuirá para a formulação de políticas públicas e estatísticas do setor.

Satélites Definidos por Software (SDS)

A tecnologia SDS permite alterar as missões dos satélites durante sua operação, ao contrário dos satélites tradicionais. Isso oferece uma ampla gama de aplicações, reduzindo custos e otimizando o uso do equipamento. A missão Möbius pretende lançar uma constelação de satélites SDS para imageamento, comunicação e computação em nuvem.

Oportunidades e Impactos

Modelo de Negócios Satellite as a Service (SaaS)

Os satélites SDS são de baixo custo, rápida fabricação e possuem uma vida útil média de cinco anos. A arquitetura de constelação permite que a missão seja compartilhada por múltiplos usuários, viabilizando o modelo de negócios Satellite as a Service (SaaS). Este modelo de negócio é altamente flexível e pode atender a diversas indústrias, incluindo comunicação, tecnologia da informação e agronegócio.

Visão dos Líderes

Concert Space e GALAXIA

O CEO da Concert Space, Rafael Mordente, destaca que a constelação de satélites pode ser usada de diversas maneiras, atendendo tanto o mercado nacional quanto internacional. Ele considera a tecnologia disruptiva, inovadora e sólida, abrindo novas oportunidades para o Brasil.

Arad Gharagozli, CEO da GALAXIA Mission Systems, acrescenta que a adoção da tecnologia pela Embrapa demonstra o poder da colaboração na resolução de desafios críticos na Terra a partir do espaço. Ele está ansioso para ver o impacto positivo no setor agrícola brasileiro e em muitas outras indústrias.


A iniciativa da Embrapa em testar a tecnologia de imageamento por satélite representa um avanço significativo para a aquicultura no Brasil. Com o apoio de empresas como Concert Space e GALAXIA Mission Systems, espera-se uma revolução na forma como o setor é mapeado e gerido, impulsionando tanto a pesquisa quanto o desenvolvimento de políticas públicas.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *