20 de junho de 2024

A Universidade de Pernambuco (UPE) anunciou uma importante atualização em seu sistema de cotas para os processos seletivos futuros. Por unanimidade, o Conselho Universitário aprovou a reserva de 20% das vagas para estudantes autodeclarados pretos, pardos, indígenas ou quilombolas, em conformidade com a Lei de Cotas para o ensino superior. Antes, a UPE não tinha essa política de reserva étnico-racial, sendo a única universidade estadual do Nordeste sem tal medida.

Agora, de acordo com a Resolução CONSUN nº 020/2023, a UPE dividirá as vagas reservadas em quatro estratos, considerando aspectos como renda familiar e autodeclaração étnico-racial. Essa medida visa promover a inclusão e diversidade na instituição, garantindo oportunidades mais equitativas para todos os estudantes. A UPE reforçou que todas as informações fornecidas no processo de ingresso deverão ser comprovadas no ato da matrícula, assegurando a transparência e legitimidade do processo.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *